DIVULGA_APP 3

Em reunião do G20, Guedes destaca recuperação 'melhor que o esperado' da economia

Por Welinton Barros em 20/11/2020 às 22:33:07
O ministro da Economia reafirmou o compromisso do país com a promoção de reformas estruturantes para viabilizar retomada econômica sustentada. Paulo Guedes

JN

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, destacou em sua participação na reunião desta sexta-feira (20) com os ministros de finanças do G20 (grupo dos 20 países mais ricos do mundo) que a recuperação da economia brasileira, desde o impacto inicial da pandemia em 2020, tem superado as expectativas de organizações internacionais.

Segundo informações da pasta, Guedes ressaltou que as medidas de emergência aplicadas contribuíram para preservação de milhões de vagas de emprego e para a retomada da produção.

Desemprego no Brasil atinge recorde de 14,4% no trimestre encerrado em agosto, diz IBGE

O chefe da área econômica brasileira reafirmou, segundo a assessoria do ministério, o compromisso do Brasil com a promoção de reformas estruturantes para viabilizar retomada econômica sustentada e com a participação plena do setor privado. Guedes também manifestou apoio à promoção de uma agenda que viabilize investimentos em infraestrutura sustentável e na economia digital.

O encontro com seus pares do G20, que neste ano está sendo presidido pela Arábia Saudita, teve como tema principal os efeitos da pandemia de Covid-19 sobre a economia global. O objetivo da reunião foi debater os resultados dos trabalhos da "trilha financeira" do G20, avaliar a situação atual da economia global e conhecer as perspectivas nacional e internacional de recuperação econômica dos membros.

Guedes, segundo informações da assessoria do ministério da Economia, reconheceu a importância da cooperação entre os governos e sociedades do grupo G20 para superar os desafios impostos pela Covid-19 e destacou a relevância dos entendimentos alcançados pelo grupo este ano, como o Plano de Ação do G20 e os avanços da "Iniciativa de Suspensão de Serviço de Dívida" ("debt service suspension initiative"), voltada para países muito pobres.

Fonte: G1

Comentários

DIVULGA APP 4